Serrilha - Coisas que me deixam feliz

#unravel

Desenvolvida pelo coletivo de artistas escoceses FOUND, a instalação #unravel explora quão duvidosa e pouco confiável é a nossa memória.

Um conjunto de instrumentos automatizados e a coleção de discos do narrador, o músico Aidan Moffat, compõem o cenário do experimento.

Os espectadores tentam desvendar a história tocando os discos do narrador, mas a música e a versão dos fatos mudam dependendo da reação do público.

MG_0165-600px MG_0221-600px1 MG_0238-600px

ja é 2013

voltamos

Ok, ok, esse blog está se tornando uma sequência de posts com justificativas por não ter sido atualizado. Mas, vejam bem, 2012 foi um ano errr… fora dos padrões.

Eu mudei de país, voltei a ser estudante, montei um apartamento, perdi meu apartamento em um furacão, vivi sem casa por 1 mês, montei um novo apartamento, fiz 6 projetos em 2 semanas e depois dormi por 3 dias seguidos. Quando fui ver já era 2013.

Encontrar tempo para escrever no serrilha tem sido difícil, mas como todo começo de ano estou otimista. Então bora tacar fogo!

typographische monatsblätter

Eu me derreto pela internet quando me deparo com uma pepita como essa: um site/arquivo com as capas da revista Typographische Monatsblätter das década de 60 a 90.

Essa extensa pesquisa sobre a publicação suíça foi feita pela designer Louise Paradis como parte do seu mestrado na ECAL.

No site, você pode buscar as capas por designer, ver a tipografia utilizada e ler entrevistas com designers e colaboradores. Todas as edições disponíveis no site pertencem a coleção de Jean-Pierre Graber, editor da TM por 20 anos.

Prepare-se para perder algumas horas explorando essa lindeza.

50 objetos para a nova cidade

Devidademente estabelecida e com as aulas em curso é hora de voltar a dar amor ao serrilha. Apesar de já ter um tempo que li sobre esse projeto, acho que é um bom post para celebrar a mudança de cenário.

Baseado no projeto A History of the World in 100 Objects, onde o British Museum e a BBC radio 4 selecionaram (err…) 100 objetos para contar a história do mundo, o New York Times resolveu fazer uma versão mais modesta contando a história de Nova York em 50 objetos.

Historiadores e curadores selecionaram objetos que deveriam incorporar o clima da cidade. O resultado é um panorama adorável do desenvolvimento histórico, social e cultural da Grande Maçã.

sem lei

Para entrar no clima do filme Lawless, que fala sobre irmãos que durante a Lei Seca fabricavam e vendiam bebidas ilegalmente, o diretor de criação Paul Willoughby e o time de designers da Little White Lies entalharam e imprimiram a capa e aberturas de sessão da revista em xilogravura.

Para nossa alegria, o pessoal fez um vídeo com o processo de gravação das imagens que de bônus ainda tem uma trilha sonora fina composta por Willoughby.

de Vicq

Tive o prazer de participar de um workshop com o designer turbo talentoso Roberto de Vicq de Cumptich no fim da faculdade e desde então venho acompanhando seu trabalho.

Morando há alguns anos em Nova York, de Vicq faz parte do conselho do Type Directors Club e está por trás de diversas capas de livro que exploram a tipografia e o lettering como ilustração.

Além de suas capas, Roberto já publicou 2 livros: Bembo Zoo e Men of Letters & People of Substance em que utiliza caracteres para fazer ilustrações tipográficas.

p.s. olhando com carinho minha capa para Madame Bovary feita no workshop até que dá um caldo.

receita sem medida

Há algumas semanas entrou no ar o Receita Sem Medida. Trata-se de uma série de programetes de culinária onde, em menos de 5 minutos, Dona Gessy nos ensina, sem muita precisão mas no melhor estilo feito em casa, os estandartes da cozinha mundial.

O Receita é um trabalho feito com amor entre amigos, dirigido e editado por Tatiana Cockell, com motion design de Mônica Puga e letterings e pequenas ilustrações feitas por mim (ouié!).

cartazista

Sexta foi meu último dia de trabalho e, agora que estou indo seguir os passos da chefia, me dei conta que ainda não tinha falado do nosso trabalho por aqui.

Responsável por grande parte dos cartazes do cinema nacional, o trabalho do Studio Ana França Design é fino que só. Ana França e companhia, passeiam com propriedade por diversos estilos para atender aos variados temas abordados nos filmes.

O Studio está cheio de novidades e mudanças, sala nova, novo designer e novo site. Se você ainda não conhece o trabalho da Ana, definitivamente vale a visita.

elementos do estilo tipográfico na internet

Apesar de todo o estardalhaço sobre o fim do livro impresso, às vezes acontece o caminho inverso.

Com os avanços tecnológicos finalmente os web designers podem abraçar a tipografia em quase toda a sua amplitude. Para tentar evitar composições bizarras, o designer Richard Rutter resolveu transpor o conteúdo do clássico do design Elementos do Estilo Tipográfico para a internet.

Em The Elements of Typographic Style Applied to the Web, Rutter explica como utilizar html e css para compor textos onde a tipografia honre o conteúdo, como diria o autor do livro Robert Bringhurst. O site está em processo de construção desde 2005, então vale assinar o RSS para saber quando novas sessões foram adicionadas.

via diabrura